logo

40 anos da BARRACA

4 de Março de 2016

noticias
2016-02-27

A Barraca tem a idade de Abril
No dia 4 de Março de 2016 A Barraca festeja a sua 1ª estreia. Foi há quarenta anos.
É na Academia Almadense que a peça "Por estes Santos Latifúndios" original do Grupo Colombiano A Candelária , passa a chamar-se A Cidade Dourada, sobe a cena às 21h30 e marca o primeiro acto público da Companhia que agora todos conhecem. Durante um ano se trabalhou em silêncio para que este projecto fosse possível e na hora do arranque nem todos os fundadores desta aventura puderam estar presentes. Escolhemos para representar esse grupo de ausentes o querido e saudoso Mário Viegas envolvido na altura noutros trabalhos mas presente imediatamente no 2º espectáculo.
A Cidade Dourada tinha uma bela musica. Era de Fernando Tordo com um fado de José Manuel Osório. Os poemas eram de José Carlos Ary dos Santos, cantados por todos e principalmente por Samuel e José Manuel Osório. O cenário era de Mário Alberto. A encenação colectiva foi coordenada por Fernanda Alves. O projecto foi meu, fundadora do grupo.
Em cena apresentou-se, por ordem alfabética, o seguinte elenco:
Alexandre Melo
Fernanda Alves
José Manuel Osório
Manuel Marcelino
Maria do Céu Guerra
Maria José Belo Marques
Nuno Carinhas
Samuel
A todos, vivos e mortos, os que começaram esta aventura, a todos os que a prosseguiram, a estruturaram e fizeram viver com destaque para Helder Costa
PARABENS

Maria do Céu Guerra

dialogue